Banner

Atendimento Online

Receba um resumo das notícias por e-mail
Área de Download
Mostrar Cesto
O seu Cesto encontra-se vazio no momento.

Cálculo de IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm
Apimente sua dieta e emagreça PDF  | Imprimir |  E-mail

Uma mordiscada mais picante é permitida e até diminui o apetite.
Bactericida, antioxidante, expectorante, descongestionante, ajuda no combate de reumatismos articulares e ainda age no sistema nervoso ao liberar noradrenalina e adrenalina, que diminuem o apetite para as refeições seguintes. Você sabia que a pimenta é capaz de tudo isso? a pimenta é um dos alimentos termogênicos, saiba como eles afetam sua dieta) Pois usada com moderação, ela é um ótimo tempero tanto para quem quer perder peso quanto para atletas e interessados em aumentar sua qualidade de vida. Mas atenção: As mais picantes são prejudiciais para quem tem úlceras, gastrites ou hemorróidas.
A capsaicina contida na pimenta também estimula as terminações nervosas da boca. A estimulação em excesso pode destruir esses sensores, afetando o paladar. Essa é uma das causas do aumento da tolerância à ardência em pessoas que passam a comer pimentas cada vez mais fortes.
Mas se o seu estômago está em ordem, experimente acrescentar um ardidinho em seus pratos e use o guia abaixo para escolher a melhor opção:

Pimenta-do-Reino Branca: mais indicada para molho branco, conserva de legumes, molhos picantes, temperos para carnes de coelho e frango e grande maioria das receitas salgadas.
Benefícios: dissolve o muco dos pulmões, expectorante e descongestionante.
Pimenta-do-Reino Preta: vai melhor com carnes, peixes, saladas, patês de queijo, conservas e molhos.
Benefícios: dissolve o muco dos pulmões, expectorante e descongestionante.
Pimenta Caiena: extremamente picante, é ideal para molhos para carnes, lombo, peixes e picles.
Benefícios: regula o fluxo sanguíneo e normaliza a pressão.
Pimenta Calabresa: também muito picante, e ótima para molhos vermelhos de macarrão, entradinhas italianas e molhos de carne e lombo.
Benefícios: alivia os sintomas da enxaqueca e tem ação bactericida.
Pimenta Malagueta: provavelmente a mais famosa do Brasil, muito usada no acarajé, vatapá, como caldo de pimenta para feijoada, em peixes e molhos de conserva.
Benefícios: alivia dores de cabeça, dores musculares e melhora a digestão.
Pimenta-da-Jamaica: vai bem com frangos e peixes, assados, bolinhos de carne, molhos de tomate, bolos de frutas, bolachas, doces, pudins, tortas e frutas assadas.
Benefícios: ação antioxidante e rejuvenescedora da pele.
Pimenta Síria: perfeita com kibes, esfilhas, carnes, frango, peixes, pickles e alguns doces.
Benefícios: melhora a digestão, estimulando as secreções do estômago e ainda possui efeito anti-flatulência.
Pimenta-Dedo-de-Moça: De aroma suave pode ser consumida fresca, curtida, seca ou em molho para acompanhar carnes.
Benefícios: alivia dores de cabeça, dores musculares e melhora a digestão.
Pimenta Cumari: pouco aromática mas bem ardida, é mais usada em conservas, mas pode temperar arroz e carnes brancas.
Benefícios: alivia dores de cabeça, dores musculares e melhora a digestão.
Pimenta-De-Cheiro: de aroma delicioso, combina melhor com as carnes brancas, peixes e saladas.
Benefícios: tem ação antioxidante.

 

Receita de Geléia Picante

Ingredientes:

3 pimentas dedo de moca s/ semente
Suco coado de 3 laranjas
1/2 dose de licor de laranja
1 xícara de açúcar de confeiteiro
1 pacote de gelatina sem sabor
5 gomos de laranja sem pele e sem semente

Modo de preparo:
em panela coloque o suco de laranja e leve em fogo brando. Junte o licor, açúcar e pimentas picadas, deixe ferver. Junte a gelatina e tire do fogo. Coloque os gomos de laranja e coloque em vidro esterilizado. Para esterilizar o vidro: coloque em água fervente e deixe por alguns minutos. Quando esfriar, coloque na geladeira.

Por Dra. Lizandra Lúcio - Nutricionista