Banner

Atendimento Online

Receba um resumo das notícias por e-mail
Área de Download
Mostrar Cesto
O seu Cesto encontra-se vazio no momento.

Cálculo de IMC

Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura: m cm
Alimentos Ideais para cada probleminha
ABACAXI – tem o poder de facilitar a digestão. Por isso, é o tipo de sobremesa ideal para quem tem problemas digestivos.

ALFACE – muitas pessoas acham que a alface não tem gosto e serve apenas para enfeitar os pratos. Para dar sabor, basta colocar um fio de azeite, algumas gotas de limão e uma pitada de sal.
A alface ajuda a aliviar as dores da tensão pré-menstrual, o nervosismo e a insônia leve. Como tem poucas calorias, é bastante utilizada em dietas. As verduras de folhas como as endívias, agrião, espinafre e alface são boas fontes de ácido fólico, muito importante para quem quer engravidar ou está grávida, pois previne malformações do feto.

ALHO – o alho tem propriedades antivirais e antibacterianas. Mas, seus maiores benefícios estão na prevenção de doenças cardiovasculares.

ARROZ E MASSA – os carboidratos são fundamentais na alimentação, pois fornecem a energia necessária para cumprir as tarefas diárias. Eles saciam a nossa fome, nos deixando mais calmos. Mas, não devem ser ingeridos em excesso e nem misturados. São encontrados na massa, no arroz, nas batatas, no pão e leguminosas.
BANANA – A banana combate a tristeza passageira (não a depressão). Uma dieta rica em vitaminas do complexo B (B1, B6 e B12), potássio, ácidos graxos ômega 3 que são nutrientes essenciais para manter o cérebro saudável e alguns favorecem a liberação de substâncias produzidas no cérebro que regulam o humor. A banana é rica em potássio. Também ajudam a manter o alto astral os cereais integrais, produtos de soja e peixes gordos como o atum, o salmão e as sardinhas.

BRÓCOLIS – vários estudos comprovam que o brócolis tem propriedades anticancerígenas, prevenindo o câncer de mama, da próstata, de esôfago, pulmão, faringe, do útero, do pâncreas e de cólon. Ainda ajuda a reduzir o colesterol, a controlar a pressão arterial e protege o fígado.

CEBOLA – quem tem colesterol elevado deve incluir a cebola na alimentação. A cebola possui um fitonutriente que atua como antioxidante. Acredita-se que esta substância evita a oxidação do mau colesterol (LDL), inibindo a formação de coágulos e prevenindo o aparecimento de doenças cardiovasculares.

CENOURA – as frutas e os vegetais de cor laranja ou amarela contêm betacaroteno, que ajuda a combater os radicais livres. Os radicais livres – que se formam no nosso organismo devido a processos metabólicos internos e também a processos ambientais externos como a poluição, a radiação ultravioleta e o cigarro - provocam a aceleração do envelhecimento, aumentam o risco de doenças cardíacas e de câncer. Além da cenoura, os pimentões, a manga, a abóbora, o abacate e o mamão papaia são ricos em betacaroteno. Os frutos oleaginosos, os peixes gordos, ostras, mexilhões e as frutas e legumes mais coloridos tem elevado poder antioxidante. O betacaroteno também tem efeito analgésico.

COUVE – as couves são excelentes remédios naturais e ajudam a prevenir alguns problemas graves de saúde como o câncer de estômago e cólon. Algumas são boas fontes de vitamina C, como a couve-flor. Inclusive, a couve-flor pode substituir as batatas na preparação de sopas, deixando-as menos calóricas e mais cremosas.

FRUTAS SECAS – dão vitalidade. São ricas em potássio, ferro e selênio, frutose (um açúcar natural) e vitaminas do complexo B. As passas e as ameixas, por exemplo, são submetidas a um processo de desidratação. Temos também as oleaginosas, como a noz e a amêndoa. Embora tenham um alto teor calórico, seu consumo é indicado, pois possuem um tipo de gordura benéfica ao nosso organismo. O consumo das frutas oleaginosas até é recomendado nos regimes, pois ajudam a baixar o colesterol –desde que consumidas com moderação.

PÃO INTEGRAL – alimento rico em fibra, ajuda o intestino a funcionar. Também são indicadas as massas e cereais integrais, as leguminosas - feijão, lentilha, os vegetais e frutas como o coco, a ameixa, o damasco seco, as uvas, o kiwi, o mamão papaia e a laranja. É bom lembrar que os alimentos ricos em fibras também evitam a obesidade.